1. Skip to Menu
  2. Skip to Content
  3. Skip to Footer

Forma para a Excomunhão de membros comungantes

(Caso uma irmã seja excomungada, substitua a palavra "irmão" por "irmã" e mude também a forma dos verbos e substantivos).

Amados no Senhor Jesus Cristo:

O Conselho anunciou-lhes mais de uma vez que o irmão................................... ...................................................... tem persistido em uma vida pecaminosa. A finalidade destes anúncios era que este irmão, pelas orações e admoestações da congregação, voltasse ao Deus vivo e fosse libertado do poder de Satanás, que o tomou cativo. Mas para nossa profunda tristeza, ninguém nos avisou de qualquer evidência de verdadeiro arrependimento, embora ele fosse avisado por muitos. A sua culpa que já era grave, só aumentou por causa da sua persistência no pecado. Tendo demonstrado-lhe muita paciência, a Palavra de Deus nos obriga a proceder com o último recurso que o Senhor nos dá, a saber: a exclusão da comunhão da sua Igreja. Esta excomunhão tem a intenção de que este irmão fique envergonhado dos seus pecados, e serve também para evitar que este membro pecador contamine todo o corpo, que é a Igreja de Cristo. Além disso, é desta maneira que a blasfêmia do nome de Deus é evitada.

 

EXCOMUNHÃO:

Cristo Jesus designou o exercício da disciplina aos seus oficiais com as palavras "Em verdade vos digo que tudo o que ligardes na terra, terá sido ligado no céu" (Mateus 18:18). Portanto nós, os membros do Conselho da Igreja de Deus nesta localidade, *, excomungamos, em o nome do nosso Senhor Jesus Cristo, a: ............................................................................................................................. da Igreja do Senhor, porque ele obstinadamente persiste em seu pecado. Ele é excluído, agora, da comunhão de Cristo e de seu reino. Ele não pode mais participar dos sacramentos. Ele não tem mais parte nos benefícios e bênçãos espirituais que Cristo confere à sua Igreja. Enquanto ele persistir em seu pecado, que seja a vocês como um incrédulo, excluído da Igreja (confira Mateus 18.17).

[Junto com ................................................. são excomungados os seguintes filhos dele]:

 

AVISO PARA A CONGREGAÇÃO:

Nós os exortamos, amados cristãos, para que não o considerem um inimigo. Ao contrário, tentem avisá-lo com amor. Mas não se associem com ele, a fim de que ele seja envergonhado e se arrependa (Confira 1 Tessalonicenses 3:14,15).

Esta excomunhão, amados, é um aviso para todos nós. Temamos a Deus e sejamos prudentes, porque aquele "que pensa estar em pé veja que não caia" (1Coríntios 10:12). Continuem na verdadeira comunhão com o Pai e seu Filho, Jesus Cristo, e também com todos os crentes sinceros, a fim de que nós obtenhamos eterna salvação.

Vocês viram como o nosso irmão excomungado perdeu o caminho; como ele começou a cair e gradualmente se arruinou. Aprendam com isso como Satanás é sutil em levar o homem à destruição, e como ele o faz desprezar a Palavra de Deus e os seus Sacramentos (2 Coríntios 2:11). Portanto, resistam ao mal desde o princípio. "Desembaracemo-nos de todo o peso, e do pecado que tenazmente nos assedia, corramos com perseverança a carreira que nos está proposta, olhando firmemente para o Autor e Consumador da fé, Jesus" (Hebreus 12:1-2). "Sede sóbrios e vigilantes. O diabo, vosso adversário, anda em derredor, como leão, que ruge procurando alguém para devorar" (1 Pedro 5:8). "Orai, para que não entreis em tentação" (Lucas 22:46). "Hoje, se ouvirdes a sua voz, não endureçais os vossos corações" (Hebreus4:7). "Desenvolvei a vossa salvação com temor e tremor" (Filipenses 2:12).

Que todos se arrependam dos seus pecados para que o nosso Deus não nos humilhe novamente e nós não fiquemos aflitos por mais um membro do corpo. Vivam unanimemente em piedade; sejam a nossa coroa e alegria no Senhor. Somente o Senhor, que "efetua em vós tanto o querer como o realizar segundo a sua boa vontade", é capaz de nos guardar no caminho dos seus mandamentos (cofira Filipenses 2:13).
Invoquemos, portanto, o seu santo nome confessando os nossos pecados.

 

ORAÇÃO:

Deus justo e Pai misericordioso, diante de tua santa majestade nós nos acusamos por causa dos nossos pecados. Nós reconhecemos que nós merecemos a tristeza e aflição que a excomunhão do nosso irmão causou. Sim, todos nós somos dignos de sermos excluídos da tua presença por causa das nossas muitas transgressões.

Mas, ó Senhor, sê gracioso para nós por causa de Cristo. Nós nos arrependemos dos nossos pecados e pedimos-Te perdão. Opera em nós pelo teu Espírito Santo para que nos esforcemos em cada vez mais servir a Ti. Concede que fiquemos longe da poluição espiritual do mundo e dos que se desviaram de Ti.

Concede que o membro excluído fique envergonhado dos seus pecados e volte para Ti, porque Tu não tens prazer na morte dos ímpios, mas que o ímpio volte dos seus caminhos e viva.

Portanto, nós, o teu povo, sempre acolheremos os que voltam para Ti. Acende em nossos corações amor e zelo para que, por meio das nossas admoestações e do nosso exemplo, este irmão excomungado e outros que vivem em incredulidade sejam trazidos de volta para Ti.

Abençoa nossos esforços a fim de que tenhamos motivos de alegrarmo-nos de novo com ele, sobre quem estamos lamentando agora, para que desta maneira o teu santo nome seja louvado. Por nosso Senhor Jesus Cristo. Amém!!

 

 

 

 

*: Nota Explicativa: A decisão tomada por um Conselho Local de excomungar um membro da Igreja precisa do consentimento de outra assembléia eclesiástica para evitar arbitrariedade. Normalmente é o concílio regional que trata deste assunto. Caso não haja ainda tal assembléia, o Conselho procura o consentimento de outros conselhos (vizinhos).

Quem está online

Temos 31 visitantes e Nenhum membro online

Instituto João Calvino

O Instituto João Calvino (também chamado "Centro de Estudos Teológicos das Igrejas Reformadas do Brasil") é um projeto de educação teológica que visa a preparação de homens para os oficios na igreja de Cristo. Curta a página no Facebook!

Catecismo de Heidelberg

 

É com imensa alegria que comunicamos, que para o a comemoração dos 450 anos do Catecismo de Heidelberg, foi criado um site sobre o mesmo e uma página no Facebook para reunirmos materiais relacionados ao mesmo. Visite o site!